É só o começo...

Challenging My Dreams, este foi o nome escolhido para o blog onde irei compartilhar com vocês toda uma aventura trabalhando a bordo de uma das melhores companhias de cruzeiro do mundo, a Disney Cruise Line.

Bom, se você pensa que o nome foi uma cópia barata do "Challenging YOUR Dreams", está redondamente...certo! A incrível viagem de mais de 3 anos do casal Grace Downey e Robert Ager, que saíram de São Paulo em 2002 dentro de um Land Rover mundo a fora, foi uma grande motivação para que eu chegasse à este momento, relatando o início do que será a minha viagem, que por enquanto não tem uma data e nem um destino certo, a única certeza é que será um roteiro incrível!

Contar os dias para que chegassem as férias de verão e planejar junto com a família o roteiro da próxima viagem. Ficar até tarde arrumando as malas. Acordar ainda de madrugada, entrar no carro e partir para um lugar ao qual você esperou o ano todo para visitar. Essa sensação eu quero ter por muito mais tempo!

Me apresentando, Adriano Ferreira, tenho 21 anos, recém graduado Bacharel em Design Gráfico, natural do interior de Mato Grosso, morando em Florianópolis há mais de 3 anos. Agora sim!

Bom, a ideia de trabalhar a bordo de navio de cruzeiro surgiu ainda em 2009, mas o sonho só começou a tomar forma em abril deste ano, quando resolvi fazer meu passaporte e ir atrás de agências que me guiassem até uma entrevista com alguma companhia. O momento era ideal, faltava poucos meses para terminar minha faculdade, já havia conversado com meu chefe na revista onde eu trabalhava como designer gráfico, e o mais importante, contava com total apoio da minha família para buscar o que mais queria, e agora posso ter!

Algumas pessoas que já trabalharam a bordo me mostraram o caminho das pedras, agradeço muito ao Eli Carlos Vieira, paulista que fez um contrato como bar boy a bordo do Costa Victoria, que deu grandes dicas. Outro que também serviu de motivação foi o Joaçaba, Daniel Luiz da Silveira, ex colega de faculdade, que trabalhou a bordo do MSC Música, o cara foi muito prestativo, muita coisa útil encontrei no blog dele, 'Joaçaba On Board'.

A primeira agência que procurei para tentar um contrato a bordo foi a Infinity Brazil, com sede em Santos-SP. O pessoal é muito profissional, não é atoa que a agenda deles é lotada de entrevistas o tempo todo. Fiz a entrevista e fui aprovado para uma companhia italiana, Costa Crocieri. Porém, após conversar com alguns ex tripulantes fiquei sabendo que o salário para todas as funções a bordo dos navios da Costa havia caído, e muito! Apesar de ter roteiros empolgantes, acabei desistindo da Costa.

Pouco tempo depois, entrei em contato com uma agência de Curitiba, a Ceceth, que agencia para companhias como MSC, Princess, Pullmantur e outras. Cheguei a agendar a primeira entrevista com a Isabella por Skype, mas mal sabia eu que dias depois uma agência do Rio Grande do Sul estaria em Florianópolis recrutando para os navios da Disney.

O que aconteceu depois, e como aconteceu, eu conto pra vocês no próximo post, afinal já escrevi demais para o que seria Só o começo...

[Espero que este blog seja, além de um diário de bordo, uma motivação para você acreditar que seus sonhos podem se tornar realidade]

Adriano Ferreira
3 Responses
  1. eLi Says:

    S U C E S S O, man! Lots of!!!
    Começo é sempre instigante. Um frio na barriga e a sensação de "o que me espera a partir de agora?"
    Bem escrito, ideias claras e muita personalidade: características que já tens aqui e que, com certeza, fará deste espaço um emocionante lugar para experiências!
    Comigo também foi assim na minha decisão: tive apoio do emprego onde tava, após, assim como você, ter sido graduado!

    Legal você citar o Joaçaba! Troquei ideias com o Daniel pakas. E ele seguiu outro caminho e espero que tenha se dado muito bem. Lembro que a gente se falava muito e tínhamos as mesmas dúvidas/medos sobre toda essa loucura que é se jogar no mar.

    Cara! Curti de cara este espaço. E tentarei acompanhar sempre, assim como acompanhei aqueles blogs que muito serviram para me dar dicas fundamentais até que eu fosse embarcar e passasse então para o outro lado: o de quem vivenciou tudo isso!

    Você verá: em um contrato você viverá uma vida. Louca, incrível, depressiva, mas sobretudo "SOBREVIVÍVEL".
    Como já te disse antes: vá aberto, vá com sede e sempre, mas sempre otimista. Veja em cada momento uma oportunidade de fazer algo que você nunca fez ("não é todo dia que estou aqui"). Lembre-se: tudo é aprendizado. TUDO, sem exceção! Sem exceção.

    De resto você já leu por aí e já falamos muito sobre.
    De resto é com você agora: será o momento de perceber que muita coisa tosca que te falaram não tem nada a ver com a vida real a bordo. Verá que muitos conselhos, por outro lado, valeram a pena. E verá ainda que viu coisas das quais ninguém te falou antes - você experimentará por si próprio (essa é a parte mais excitante do negócio).

    Se é possível deixar um conselho deixo o que me ajudou: vá com foco. Seja o que for. Saiba para quê e porque estás lá. Isso te ajudará em todos os momentos em que se sentir só, triste, depressivo, mostrando que você pode e deve conseguir chegar ao final da aventura, sem pedir pra sair, sem desistir. Sentir saudades? All the time my friend. Mas tenha sempre a certeza de que haverá volta!




    Nossa...eu e minha mania de falar demais!
    Coisa de jornalista!

    Sucesso ao extremo, guri!
    Sucesso!
    Sucesso.


  2. Sem palavras pra agradecer toda a injeção de ânimo, as dicas e conselhos motivacionais que vc me deu Eli!
    Seu blog foi um guia, não só pra mim, mas tenho certeza que para muitos tripulantes de primeira viagem, e até para aqueles que já estiveram a bordo durante vários contratos.
    Sua trajetória foi inspiração pra mim!
    Forte abraço!
    Thanks a lot!
    Cheers!


  3. Este blog vai fazer história...